Nave deve chegar à ISS na quarta (18), onde deixará equipamentos para estudo de raios cósmicos

O ônibus espacial Endeavour foi lançado às 8:56 a.m. EDT (9h56 horário de Brasilia) desta segunda-feira (16) no Kennedy Space Center, na Flórida. A subida até a órbita levou cerca de 8  minutos e meio. A missão STS-134 é o último voo orbital da Endeavour e o penúltimo realizado pela agência espacial americana, que vai encerrar o programa de ônibus espaciais.

A missão final do Endeavour está programada para durar 16 dias. O ônibus espacial será acoplado à Estação Espacial Internacional, na manhã de quarta-feira (18) e deve deve voltar para a Terra no dia 1 junho.

Além dos seis astronautas, o Endeavour também transporta um detector de partículas, o chamado Espectrômetro Magnético Alfa-2 (AMS, da sigla em inglês). O AMS será montado no exterior da Estação Espacial Internacional em uma posição que lhe permita apanhar sinais de raios cósmicos que passam no universo. O projeto é liderado pelo prêmio Nobel Samuel Ting, a expectativa é que e os resultados do estudo podem sejam revolucionários para a física de partículas.


Veja vídeo:



A nave partiria no dia 29 de abril para sua missão final, mas teve o processo cancelado por causa da detecção de problemas no sistema de aquecimento momentos antes da decolagem.

O Endeavour foi lançado ao espaço pela primeira vez em 1991. A missão STS-134 será seu último voo, o de número 25 do ônibus espacial e o 134° do programa da Nasa. Quando o Endeavour regressar à Terra, se tornará o segundo ônibus espacial da frota a se aposentar - o Discovery encerrou suas atividades em março.

A aposentadoria do Endeavour é mais um passo para o fim da era dos ônibus espaciais, restando apenas o último voo da Atlantis, ainda neste ano. O protótipo Enterprise nunca voou ao espaço. O Challenger explodiu, em 1986, minutos após o lançamento e o Columbia explodiu em 2003, quando voltava à Terra. O Discovery fez seu último lançamento em fevereiro, e voltou em março.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.