Nova técnica reduz replicação do HIV em camundongos

Cientistas desenvolveram uma combinação de moléculas de RNA que, quando aplicadas no sangue invadem células infectadas pelo vírus

AE |

selo

Uma nova técnica desenvolvida por pesquisadores americanos para combater a multiplicação das células infectadas pelo HIV demonstrou ser bastante promissora no controle do vírus, ao menos em camundongos. Cientistas do Beckman Research Institute, nos Estados Unidos, conseguiram desenvolver em laboratório uma combinação de moléculas de RNA que, quando aplicadas no sangue dos camundongos, procuram e invadem as células infectadas pelo HIV, preservando as células saudáveis. Os resultados foram publicados na mais recente edição da Science.

Essa molécula combinada funciona como uma espécie de míssil guiado: ao localizar as células doentes, ela se liga à cápsula que envolve o HIV e inicia um processo de degradação do vírus, impedindo que ele continue o processo de replicação. “O RNA assume uma forma específica, que se une seletivamente à proteína da capa do vírus HIV”, afirmou por e-mail o professor John J. Rossi, um dos autores principais do estudo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE

    Leia tudo sobre: hivaids

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG