Neurônios se ativam quando cérebro está em repouso, diz estudo

Regiões do cérebro se ativam em situação de repouso e também são desconectadas quando uma tarefa é realizada

EFE |

Reprodução
Estudo afirma que uanto maior é o esforço cognitivo, maior é a zona cerebral que se desliga
Várias regiões do cérebro humano apresentam atividade quando o cérebro está em situação de repouso e se desativam quando efetuam alguma tarefa, seja emocional ou cognitiva, segundo um estudo de um centro de pesquisa científica espanhol divulgado nesta quarta-feira.

Segundo o estudo do Instituto de Pesquisa Biomédica de Bellvitge, na Espanha, publicado na revista "PLoS ONE", quanto maior é o esforço cognitivo, maior é a zona cerebral que se desliga.

A pesquisa foi dirigida pelo chefe da psiquiatria do Hospital de Bellvitge, José Manuel Menchón, e se baseia no resultado das ressonâncias magnéticas realizadas em 50 pessoas adultas e saudáveis.

Segundo indica em comunicado o coautor do estudo, Narcis Cardoner, a investigação permite "compreender melhor" como o cérebro humano trabalha e também estudar se alterações no funcionamento desta rede estão relacionadas a patologias como a esquizofrenia, a depressão, o transtorno obsessivo compulsivo e o Alzheimer.

"Em doenças denominadas funcionais, ou seja, que não apresentam nenhuma lesão, é provável que os pacientes tenham esta rede alterada e que tenham dificuldades para desativá-la quando não estão em repouso", afirma Cardoner.

Leia mais:
Pesquisadores buscam gene de QI alto
Motivo do fracasso no regime está nos neurônios
Cérebro dorme mesmo acordado

    Leia tudo sobre: neurociênciacérebro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG