Nave espacial russa falha em tentativa de se acoplar à ISS

Cargueiro perdeu o controle e agora está a três quilômetros de distância da estação. Nova tentativa acontecerá no domingo

iG São Paulo |

A nave de carga russa Progress falhou em sua tentativa de se acoplar à Estação Espacial Internacional (ISS) e se encontra agora a 3 km do centro de pesquisa que está sendo construído no espaço, informou nesta sexta-feira à AFP um porta-voz do Centro Russo de Controle de voos espaciais.

"O acoplamento estava marcado para as 16h58 GMT (13h58 de Brasília)", disse o porta-voz.

"A nave de carga passou a estação, a uma boa distância. Pode-se dizer que falhou. Agora, a nave está a 3 quilômetros da estação. Nossos especialistas estão monitorando a situação."

A Progress, lançada na quarta-feira da base de Baikonur (Cazaquistão), contém combustível, água, oxigênio, alimentos, roupa e diversos equipamentos, como cortinas destinadas a reforçar a proteção dos astronautas da radiação solar. Também transporta presentes dos familiares dos tripulantes da ISS, principalmente doces e desenhos de seus filhos, além de chocolates e frutas.

Nova tentativa
Segundo Vitali Davidov da Roscosmos, a agência espacial russa, o  cargueiro está "sob controle" e no próximo domingo será efetuada uma nova tentativa de acoplamento com a Estação Espacial Internacional (ISS).

"Não há nenhuma situação crítica", disse Davídov ao canal de televisão "Rossia 24", ao comentar o acoplamento fracassado de hoje da Progress, que transporta 2,6 toneladas de carga para a ISS. Explicou que a manobra automática de aproximação foi abortada por motivos ainda desconhecidos, quando o cargueiro estava a uma distância de dois quilômetros da plataforma orbital.

As autoridades russas anunciaram a criação de uma comissão especial para investigar as causas do fracasso do acoplamento.

"Ao princípio tudo ia bem, o cargueiro se aproximou da estação, mas depois ocorreu algo", disse o porta-voz do CCVE, Valeri Lindin, citado pela agência oficial russa "Itar-Tass".

O comandante da ISS, o cosmonauta russo Aleksandr Skvortsov comunicou que a nave de carga girava de "maneira descontrolada" sobre seu eixo, segundo disse uma fonte do CCVE à agência "Interfax".

A tripulação atual da Estação Espacial é integrada, além de Skvortsov, pelos cosmonautas russos Fiôdor Yurchikhin e Mikhail Kornienko e os americanos Nasa Doug Wheelock, Shannon Walker e Tracy Caldwell.

(Com informações da EFE e AFP)

    Leia tudo sobre: estação espacialprogresssoyuz

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG