Nave com voluntários de voo simulado "entra" na órbita de Marte

Voluntários passarão a desempenhar o papel de engenheiros e cientistas em viagem espacial simulada que acontece em complexo russo

EFE |

A nave espacial com seis voluntários do voo simulado a Marte já "está" na órbita do planeta vermelho e em menos de duas semanas pousará na superfície simulada, informou nesta terça-feira (1) um porta-voz do Instituto de Problemas Biomédicos (IPBM) da Academia de Ciências da Rússia. Veja galeria do início do projeto:


"Ao despertarem nesta manhã, os participantes da experiência viram uma representação de Marte em seus monitores imitando as cabines (de uma nave espacial). Isso quer dizer que já entraram na órbita marciana", precisou o IPBM à agência "Interfax".

Em poucos dias, os seis voluntários passarão a desempenhar o papel de engenheiros e cientistas para realizar os trabalhos de carga e descarga, porque deverão esvaziar o módulo que simula a cápsula até este momento que funcionava como armazém.

Antes de 12 de fevereiro, data prevista para chegada à superfície marciana, os voluntários experimentarão em seu organismo vários aspectos da falta de gravidade que serão reproduzidos de forma artificial.

Dormirão de noite de cabeça para baixo para simular o estado de falta de gravidade e temperatura de 12 graus abaixo de zero.

Durante a estadia no simulador da superfície de Marte, os voluntários realizarão três caminhadas.

A Agência Espacial Europeia (ESA) e a russa Roscosmos lançaram em 2004 este ambicioso projeto, ao qual uniu-se posteriormente a China e no qual também colaboram países como os Estados Unidos e Espanha.

    Leia tudo sobre: ESAmarte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG