Nasa vai coletar amostra de asteroide para decifrar Sistema Solar

Sonda espacial será enviada para asteroide em 2016 e vai usar um braço robótico para colher amostras

AFP |

NASA/Goddard/University of Arizona
Na ilustração sonda da missão OSIRIS-REx se aproxima do asteroide 1999 RQ36
A Nasa enviará uma sonda a um asteroide em 2016 para coletar amostras que devem ajudar a compreender melhor a formação do Sistema Solar, anunciou nesta quarta-feira (25) a agência espacial americana.

A missão "Origins-Spectral Interpretation-Resource", ou "Osiris-Rex", permitirá pela primeira vez aos Estados Unidos obter amostras de um asteroide para trazê-las ao nosso planeta.

"Trata-se de uma etapa crucial para alcançar os objetivos fixados pelo presidente Barack Obama para a exploração das profundezas do espaço", declarou o diretor da Nasa, Charlie Bolden, em um comunicado.

"São missões robóticas como essa que abrirão as portas para futuros voos espaciais tripulados até um asteroide e outros destinos distantes do espaço".

Os asteroides são restos deixados pela formação de um Sistema Solar há 4,5 bilhões de anos. Eles contém materiais presentes na origem do universo em seu estado puro, o que permitirá reconstruir as condições do nascimento do nosso Sistema Solar, explicam os pesquisadores.

Após um périplo de quatro anos, a sonda Osiris-Rex se aproximará do asteroide chamado 1999 RQ36, em 2020. Este asteroide tem um diâmetro de 633 metros, que é equivalente a cinco campos de futebol.

Quando a nave se encontrar a menos de cinco quilômetros do asteroide, os cientistas começarão a mapear detalhadamente sua superfície, o que deve levar cinco meses.

A equipe de cientistas da missão selecionará um lugar para que um braço robotizado pegue a amostra.

O custo dessa missão, sem incluir o lançamento da sonda, deve ultrapassar os 800 milhões de dólares, disse a Nasa.

    Leia tudo sobre: EUAespaçoNasa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG