Dados fornecidos pela agência espacial ajudarão a minimizar o risco de catástrofes naturais e facilitar respostas humanitária

A Nasa e a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (Usaid) assinaram um acordo nesta segunda-feira (25) para ampliar a aliança bilateral e ajudar os países em desenvolvimento a enfrentar desafios como segurança alimentar, fontes de energia e mudança climática.

O memorando, que terá cinco anos de duração, formaliza a colaboração em curso para utilizar os dados fornecidos pela agência espacial americana, com o objetivo de minimizar os riscos de catástrofes naturais e facilitar a resposta humanitária nos países em desenvolvimento.

O acordo também prevê a aplicação conjunta de tecnologias geoespaciais para resolver os problemas que dificultam o desenvolvimento desses países. "As tecnologias utilizadas nas missões da Nasa melhoraram muito a vida na Terra", afirma em comunicado o diretor da agência espacial, Charles Bolden.

"Quando exploramos o espaço, também exploramos soluções para os problemas de saúde, nutrição e segurança, que são desafios nos países em desenvolvimento", assinala a nota.

"Junto com a Usaid, conseguiremos um desenvolvimento inclusive mais sustentável para os problemas aqui na Terra, resolvendo problemas para toda a comunidade internacional", acrescenta.

Já segundo o diretor da Usaid, Rajiv Shah, o uso de dados sobre as ciências da Terra e as novas tecnologias serão um avanço para a agência de desenvolvimento. "Mediante nossa associação com a Nasa, podemos aplicar a última tecnologia para oferecer dados importantes às populações dos países em desenvolvimento em áreas como saúde, segurança alimentar e água", destacou.

Shah ressaltou que este é "um excelente exemplo de nossos esforços para utilizar o poder da ciência e da tecnologia com o objetivo de abordar o desenvolvimento dos desafios atuais".

Desde 2003, a Nasa e a Usaid trabalham conjuntamente por meio do programa Servir, que permite aos países em desenvolvimento utilizar os dados que a Nasa obtém da Terra para enfrentar problemas agrícolas, melhorar a resposta a desastres naturais e as previsões climáticas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.