Nasa seleciona três novos projetos para exploração do espaço

Agência vai escolher um dos projetos para desenvolver em 2016. Entre as opções está a missão de investigar o interior de Marte

EFE |

A Nasa selecionou três projetos dos quais escolherá um para levar a cabo em 2016, que vão desde uma missão para investigar o interior de Marte pela primeira vez, estudar um mar extraterrestre de uma das luas de Saturno ou analisar detalhes da superfície do núcleo de um cometa.

Cada equipe de investigação receberá US$ 3 milhões para desenvolver o conceito da missão e o desenvolvimento dos estudos preliminares e análise do projeto.A Nasa fará outra revisão dos trabalhos conceituais em 2012 e selecionará um para concentrar os esforços dos pesquisadores em seu desenvolvimento para realizar a missão.

A missão tem de ter custo máximo de US$ 425 milhões, sem incluir o veículo com o qual será feito o lançamento dos instrumentos desenvolvidos para ela.

A Nasa recebeu as propostas em junho de 2010 e um painel de cientistas e engenheiros revisaram os 28 projetos recebidos dentro de seu programa Discovery.

As pesquisas selecionadas "podem revelar muito sobre a formação do nosso sistema solar e seu processo dinâmico", indicou a Nasa em comunicado no qual destacou que quaisquer dos projetos contribuirão para aprimorar a tecnologia para futuras missões planetárias.

Missões como esta "são uma grande promessa para aumentar infinitamente nosso conhecimento, estender nosso alcance no sistema solar e inspirar futuras gerações de explorações", assinalou o diretor da agência espacial americana, Charles Bolden.

A missão Geophysical Monitoring Station (GEMS) propõe estudar a estrutura e a composição de Marte e avançar no entendimento da evolução e da formação dos planetas.

Já o Titan Mare Explorer (Time) proporcionaria a primeira prospecção direta de um mar e seu entorno ambiental fora da Terra, aterrissando e flutuando no mar composto de etano e metano de Titã, uma das luas de Saturno.

O último projeto, intitulado Comet Hopper, teria o objetivo de estudar a evolução de um cometa aterrissando várias vezes e observando as mudanças sofridas pela interação com o sol.

Criado em 1992, o programa Discovery patrocina missões de custo limitado ao sistema solar centradas em alcançar objetivos científicos específicos.

O programa já deu como frutos 11 missões, entre elas Messenger, Dawn, Stardust, Impacto Profundo e Genesis.

    Leia tudo sobre: NASAMARTEespaço

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG