Nasa demitirá 1.200 funcionários

Maioria dos exonerados está vinculada a programas de naves, que tem previsão de ser encerrado dentro de alguns meses

EFE |

A Nasa , que completa hoje 52 anos, demitirá cerca de 1.200 funcionários em sua maioria vinculados ao programa de naves, que termina dentro de pouco meses, segundo informa o próprio organismo.

Na quarta-feira (29) o Congresso aprovou para a agência um orçamento de US$ 19 bilhões para o novo exercício fiscal, que se inicia hoje (1), e que marca o novo rumo que a Nasa tomará após pôr fim à era das naves, que começou em 1981 e termina no próximo ano.

A vice-administradora da Nasa, Lori Garver, disse que não acredita que a aprovação legislativa do novo orçamento tenha muito efeito sobre as demissões programadas para hoje.

De fato ontem foi o último dia em que os empregados demitidos deviam se apresentar a seus postos.

O novo orçamento recebeu amplo apoio em ambas as câmaras do Congresso e espera-se que o presidente Barack Obama o promulgue em breve.

A quantidade exata de dinheiro que receberá cada programa da Nasa será decidido em novembro no processo de dotações orçamentárias, depois das eleições para a renovação parcial do Senado e total da Câmara de Representantes (Deputados) no dia 2 de novembro.

Calcula-se que o fim do programa das naves levará à eliminação de cerca de 9.000 postos de trabalho na Nasa.

    Leia tudo sobre: Nasa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG