Veículo de reconhecimento da superfície de Marte não faz contato com a Terra há mais de um ano

Imagem do veículo Spirit em ação no dia 11 de outubro de 2009
NASA/JPL-Caltech
Imagem do veículo Spirit em ação no dia 11 de outubro de 2009
A agência espacial americana vai fazer o último esforço para se comunicar com o Spirit, veículo de reconhecimento do solo de Marte . O veículo, que está na superfície de Marte, não faz mais contato com a Terra há pouco mais de um ano. Se não houver contato no próximo mês, a agência espacial vai focar os esforços no veículo similar e que não está avariado, o Opportunity.

O robô movido a energia solar ficou atolado em um banco de areia em abril de 2009, durante uma viagem de rotina. Apesar dos esforços, ele ficou preso e não pode mais se posicionar de modo a receber a luz solar quando inverno marciano chegou. Sem a quantidade suficiente de energia para seus painéis solares, ele entrou em hibernação desde março passado.

Engenheiros da Nasa esperavam que o Spritit acordesse assim que o máximo solar se iniciasse. Mas o solstício de verão no sul de Marte entrou e saiu no início deste mês e o veículo não deu nenhuma resposta.

Spirit e Opportunity foram posicionados em lados opostos de Marte em 2004. Ambos têm trabalhado além da sua missão original, que era de três meses. Neste período, eles descobriram evidências geológicas de água no planeta vermelho.

Enquanto o Spirit percorreu apenas 7,7 km e atolou, o Opportunity terminou de explorar a borda da cratera de Santa Maria em Marte e está rodando em direção a outra cratera. Ele já acumulou 26,7 quilômetros até o momento.

De acordo com o astrônomo da Universidade do Arizona, Jim Bell, a perda de comunicação veio na pior altura possível, porque o Spirit estava sendo útil para a ciência mesmo imobilizado. "É decepcionante caso tenhamos perdido, de fato, a missão", disse. "Mas é o melhor tipo de decepção que você pode ter. Tivemos uma aventura fenomenal com este robô".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.