Morre Samuel Cohen, inventor da bomba de nêutrons

Inventor da bomba que dizima seres vivos sem destruir edificações morreu aos 89 anos enquanto dormia

AFP |

Samuel T. Cohen, inventor da bomba de nêutrons, transformada em uma arma capaz de matar pessoas e deixar edifícios intactos, faleceu aos 89 anos de idade, informou seu filho.

Cohen morreu no último domingo enquanto dormia, indicou seu filho, Paul, à AFP.

Samuel Cohen defendeu sua bomba - fabricada depois de receber o aval do presidente americano Ronald Reagan durante a Guerra Fria e em seguida desmontada - até o fim. A bomba de nêutrons "é a arma mais sã e moral" que há, costumava afirmar.

"É a única arma nuclear da história que faz sentido", já que "quando a guerra termina, o mundo continua intacto", disse Cohen ao jornal The New York Times pouco antes de sua morte.

A bomba emite partículas diminutas que atravessam muros, blindagens e outras barreiras físicas e destróem as células, matando rapidamente os seres vivos.

    Leia tudo sobre: bomba de neutronsguerra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG