Mercadante anuncia Comissão do Futuro

Entre os integrantes da comissão que discutirá rumos para ciência nacional estão cientistas brasileiros e estrangeiros

Renata Baptista, iG Pernambuco |

O ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, anunciou a composição da "Comissão do Futuro", com 21 membros - entre cientistas brasileiros e internacionais -, com o objetivo de discutir os rumos da ciência brasileira no próximo ano. O anúncio aconteceu nesta quinta-feira (3), em evento na Escola Alfredo Monteverde, no Instituto Internacional de Neurociências de Natal (RN). Alguns nomes foram anunciados no evento e outros adiantados pelo presidente da comissão, o neurocientista Miguel Nicolelis, pelo Twitter.

Nicolelis, professor da Duke University, nos Estados Unidos, foi convidado ao cargo há cerca de dois meses. A seleção dos demais membros da comissão teve como critério o renome dos cientistas provenientes de várias áreas como Matemática, Física e Biologia. São eles:

- Alan Rudolph, biólogo da International Neuroscience Foundation
- Alexander Triebnigg, presidente da Novartis Brasil
- Débora Calheiros, pesquisadora da Embrapa
- Jon Kaas, professor da Universidade Vanderbilt, Estados Unidos
- Luiz Baccala, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo
- Patrick Aebischer, presidente da École Politechnique Federale Lausanne, na Suiça
- Ricardo Abramovay, professor de Economia da USP
- Robert Bishop, ex-CEO da empresa de tecnologia Sillicon Graphics
- Ronald Cicurel, matematico suíço
- Stevens Rehens, biólogo da Universidade Federal do Rio de Janeiro especializado em células-tronco embrionárias
- Thereza Brino, educadora em tecnologia de informação
- Victor Nussenzweig, médico e pesquisador de moléstias infeciosas da New York University
- William Feiereisen cientista computacional da fabricante de microchips Intel
- Selma Jerônimo, pesquisadora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte
- Marilena Chauí, filósofa
- Conceição Lemes e Mariluce Moura, jornalistas
- Mauro Copelli, físico da Universidade Federal de Pernambuco
- Luiz Gonzaga Belluzzo, economista
- Mariano Sigman, neurocientista da Universidade de Buenos Aires

Os cientistas brasileiros da comissão participam de reunião em abril. As reuniões serão realizadas quatro vezes por ano e a sede será em Brasília.

"A intenção é fazer as pessoas discutirem ciência nesse país como discutem futebol", disse Nicolelis, que destacou ainda o uso de redes sociais para que a comissão receba sugestões.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG