Ainda não se sabe ao certo o que levou à morte dos peixes. Nenhuma toxina foi encontrada na água

selo

Temendo riscos à saúde, autoridades americanas correm contra o tempo para retirar toneladas de sardinhas que apereceram mortas na marinha de Redondo Beach, na Califórnia, nos Estados Unidos.

Oficiais estimam que um milhão de sardinhas tenham morrido. Ainda não se sabe ao certo o que levou à morte dos peixes.

Nenhum poluente ou toxina foi encontrado na água. Acredita-se que o cardume entrou na marinha perto da cidade de Los Angeles e não encontrou uma saída, acabando por esgotar todo o oxigênio contido na água.

Os peixes recolhidos serão processados e transformados em fertilizante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.