Vazamento da BP é de 60 mil barris de óleo por dia, não 35 mil

Aumento foi causado pela instalação do dispositivo de coleta de óleo

AFP |

© AP
Peixes mortos e sujos de óleo encontrados em áreas atingidas pelo vazamento na Louisiana
Uma equipe de cientistas norte-americanos elevou nesta terça-feira sua estimativa para o vazamento de petróleo do poço da British Petroleum no Golfo do México.

Os cientistas afirmaram que "provavelmente, a vazão de petróleo hoje" varie de entre 35 e 60 mil barris por dia. Isso representa um aumento significativo em relação à estimativa anterior, de entre 20 e 40 mil barris por dia.

O aumento foi causado pelo corte de um cano para a instalação da cúpula de contenção, em 4 de junho, que finalmente conseguiu estancar parte do óleo que vaza no Golfo desde 22 de abril.


Veja a evolução do vazamento do Golfo do México no infográfico do iG


A informação chega ao mesmo tempo em que a BP anunciou ter iniciado a mobilização de um segundo dispositivo para recolher o petróleo derramado no Golfo do México, com o qual poderá aumentar significativamente o óleo recuperado antes de este ser jorrado no mar, informaram funcionários americanos da petroleira.

O novo mecanismo poderá elevar a até 28.000 barris por dia o petróleo extraído do poço danificado no fundo do mar, afirmou uma equipe de altos funcionários americanos em sua última avaliação sobre a quantidade de petróleo que está sendo jogada nas águas do Golfo.

"Na direção do governo federal, a BP está hoje (terça-feira, 15) mobilizando uma segunda opção de contenção (do derramamento), chamada Q4000, que poderá ampliar a capacidade total do petróleo recuperado de 20.000 a 28.000 barris por dia", afirma o comunicado.

(Com AFP e Reuters)

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG