Três por cento da eletricidade da China será de energia eólica em 2015

Fornecimento de energia elétrica vinda de moinhos de vento vai dobrar em relação ao momento

EFE |

Três por cento da eletricidade anual da China em 2015 procederá da energia eólica, o dobro em relação a agora, informou nesta segunda-feira o jornal "Shanghai Daily".

Segundo dados da Comissão Estatal Reguladora da Eletricidade, a energia produzida por aerogeradores na China alcançará 190 bilhões de quilowatts/hora anuais em 2015.

Entre janeiro e outubro de 2011, o incipiente mas rapidamente crescente setor eólico chinês já gerou 58,3 bilhões de quilowatts/hora, quase 1,5% da eletricidade utilizada no país nesse período, assinalou o vice-presidente do organismo, Shi Yubo.

O mercado eólico chinês multiplicou por dois sua capacidade de geração anual instalada entre 2005 e 2009, e só em 2010 acrescentou outros 18,9 gigavolts de capacidade, o que na atualidade representa um total de 44,7 gigavolts, de modo que a China já supera os Estados Unidos com maior capacidade eólica instalada do mundo.

    Leia tudo sobre: energias alternativaschinaenergia eólica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG