Timor Leste faz concurso de fotos para promover turismo

Fotógrafos registraram imagens de corais, peixes e criaturas inusitadas no mar

BBC Brasil |

selo

O presidente do Timor Leste, José Ramos-Horta, convidou fotógrafos e mergulhadores do mundo todo a participar do primeiro concurso de fotografia submarina do país.

Mais de 30 fotógrafos registraram imagens ao longo de quatro dias em doze locais de mergulho diferentes, todos a menos de 1h30 de carro da capital Dili. Não era necessário viajar de barco para encontrar corais, peixes e criaturas inusitadas debaixo d'água.

Ramos-Horta, que é detentor do Prêmio Nobel da Paz de 1996, pretende usar a competição para mostrar o potencial da região para o mergulho e promover este tipo de turismo no Timor Leste. Outro objetivo do concurso é aumentar a conscientização sobre o meio ambiente e a biodiversidade do país.

"O Timor Leste foi abençoado com um dos mais ricos e inexplorados mares do mundo. Eu espero que esse evento chame atenção para nossa enorme biodiversidade marinha, nosso tremendo potencial para o mergulho e leve ao desenvolvimento do mergulho como uma indústria turística aqui no Timor Leste", disse Ramos-Horta.

"O aspecto mais importante é que essa iniciativa vai nos ajudar a proteger nossos preciosos mares, recifes e seus habitantes para as gerações futuras."

Os vencedores em seis categorias, incluindo menções honrosas escolhidas pelo presidente Ramos-Horta, receberam prêmios que somados chegam a US$ 30 mil, o equivalente a R$ 50 mil.

    Leia tudo sobre: timor lestenaturezacoraisfotografia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG