Segundo especialista, uma das causas mais comuns de morte de animais marinhos é o descarte de lixo no mar

Uma tartaruga marinha apareceu morta na praia de Guaecá, em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo. A praia fica ao lado do Centro de Biologia Marinha da Universidade de São Paulo (USP). 

Leia também: Iguanas nascem em cativeiro pela primeira vez em 11 anos

A coordenadora de educação ambiental da Sabesp do litoral norte, Talita Guimarães, que foi ao local, afirmou que a causa mais comum da morte desses animais é o descarte de lixo no mar. "As tartarugas marinhas confundem saco plástico com alimento e acabam morrendo sufocadas", diz Talita.

Crianças e adultos observam a tartaruga marinha que apareceu morta em Guaecá
Thais Arbex/iG
Crianças e adultos observam a tartaruga marinha que apareceu morta em Guaecá

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.