Sob pressão, BP tenta conter vazamento nos EUA

A empresa admitiu que a última tentativa de conter o vazamento fracassou

Reuters |

© AP
Pássaro coberto de óleo nada ao lado do navio Iron Horse, no local do acidente da plaraforma Deepwater Horizon
A gigante de energia BP realizou uma nova tentativa de extrair o óleo que vaza na costa norte-americana do Golfo do México, à medida que a pressão política e a irritação da população aumentam com a lentidão da empresa para resolver o problema.

Baseada em Londres, a BP admitiu que a sua mais recente tentativa de conter o vazamento fracassara. Um executivo da empresa expressara otimismo de que o esforço para redirecionar o fluxo do óleo daria resultado no domingo pela manhã, mas isso não ocorreu.

O trabalho envolve robôs e consiste em inserir um pequeno tubo num cano e levar então o óleo para uma embarcação na superfície.

O petróleo, que ameaça provocar uma calamidade econômica e ambiental, vaza de uma estação submarina.

Neste domingo, funcionários da BP continuam tentando colocar o sifão no cano.

Um problema com o suporte do sifão determinou o fracasso da tentativa inicial, afirmou em Louisiana, no sábado, Doug Suttles, chefe de operações.

O vazamento começou após uma explosão em 20 de abril numa plataforma, que matou 11 funcionários.

    Leia tudo sobre: vazamentopetróleogolfo do méxicoeua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG