Selamento do poço no Golfo deve começar nos próximos dias

BP pretende injetar concreto e fluidos pesados no poço em no máximo cinco dias

EFE |

Uma nova tentativa de selar definitivamente o poço de petróleo danificado no Golfo do México, com a injeção de concreto e outros fluidos, deve começar em três ou cinco dias, afirmou hoje um responsável do Governo americano.

Acompanhe a evolução do vazamento de petróleo no infográfico do iG

O almirante Thad Allen, que comanda a atuação do Governo americano no combate ao vazamento, disse em entrevista coletiva que a operação de limpeza do poço depende das condições meteorológicas na região, por onde passou a agora depressão tropical Bonnie, o que obrigou sua suspensão.

Especial: Vazamento completa 90 dias com poucas respostas

A retomada pode começar dentro de "três ou cinco dias a partir deste momento", disse Allen, mas destacou que se trata de um cálculo aproximado e não de uma estimativa sólida.

A companhia já tinha tentado injetar uma mistura de concreto e outros fluidos para selar o poço em maio, mas não teve sucesso.

A diferença é que agora a BP conta com um sistema de contenção sobre o poço que, por enquanto, o mantém fechado e que permitiria às equipes injetar a mistura a baixa pressão e velocidade, com maiores probabilidades de êxito.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG