Schwarzenegger diz que é preciso aprender com erros ambientais

Em Manaus, James Cameron também afirmou que no Brasil soluções para energia devastam o meio ambiente mesmo quando são verdes

Maria Fernanda Ziegler, enviada a Manaus* |

Ag.News
Arnold Schwarzenegger brinca com óculos escuros durante coletiva no Fórum Mundial de Sustentabilidade, em Manaus
O ex-governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger disse em coletiva de imprensa, no Fórum Mundial de Sustentabilidade, em Manaus, que a água é uma boa fonte de energia renovável. No entanto, foi cauteloso ao defender as hidrelétricas. Para ele, devemos criar uma forma de nos redimir dos séculos em que usamos combustível fóssil como fonte de energia. “Muitas pessoas estão morrendo por causa disto. Podemos eliminar o uso do combustível fóssil e usar outros tipos de energia como solar e eólica. Mas estamos aqui para aprender uma solução”, disse, respondendo às perguntas dos jornalistas, enviadas à produção do evento por escrito.

Leia também:
Especial: Construção da usina de Belo Monte mobiliza população da região de Altamira
Schwarzenegger chega a Manaus e sobrevoa Rio Xingu

Schwarzenegger e Cameron preparam manifestação contra Belo Monte

Schwarzenegger demorou para responder as perguntas dos jornalistas, agradecendo à organização do evento e principalmente ao seu amigo, o cineasta James Cameron, diretor de Avatar, que também participa do Fórum.

Cameron foi menos político quando o assunto foi o projeto da hidrelétrica de Belo Monte. “No Brasil soluções devastam o meio ambiente mesmo sendo soluções verdes. Precisamos aprender e ter um comprometimento pessoal e cobrar do governo”, disse. Mais tarde, em um mesa redonda elaborada pelo evento, Cameron foi questionado sobre o que achava de Belo Monte e então assumiu ter tido "arrogância ao tentar influenciar um debate que é brasileiro".  Para a mesma pergunta, Schwarzenegger, se esquivou e disse que "não seria inteligente da parte dele responder esta pergunta".

Ainda sobre o assunto das hidrelétricas, o ex-governador californiano afirmou que é necessário antes saber como lidar com as pessoas e animais que precisam ser retirados das áreas onde se constroem hidrelétricas. “Nos EUA, nos não temos uma política ambiental por causa da briga de democratas e republicanos. E eu estou tentando fazer com que trabalhem junto para termos um futuro verde". Já James Cameron cobrou do Brasil maior uso de energia solar e comparou o país com a Alemanha, “que não está na linha do equador e faz um uso muito grande deste tipo de energia”, disse.

Perguntado sobre como salvar o mundo, Schwarzenegger foi bem humorado: “Claramente você está falando sobre ficção científica. Entraríamos em uma maquina do tempo podemos voltar e reconhecer nossos erros e consertá-los. É importante entender o que foi feito. Unir os países para podermos trabalhar juntos e saber comunicar para a massa. Precisamos criar a idéia de ecológico ser mais sexy. Não importa a meta que estabelecemos, é preciso trabalhar o engajamento das pessoas”, disse.

Sobre dicas verdes, Cameron falou que é preciso é aprender as respostas: “Precisamos ver nossos problemas ambientais e saber as respostas. E ter um comprometimento que os problemas”.

No fim da coletiva, o ex-governador, relembrando seu sucesso no filme "O Exterminador do Futuro" colocou um óculos escuros e disse “Hasta La vista, Baby. I”ll be back”.

*A repórter viajou a convite da organização do evento.

    Leia tudo sobre: amazôniaSchwarzeneggersustentabilidade

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG