Representante da ONU critica aprovação de novo Código Florestal

Chefe do secretariado do fórum sobre floresta afirmou que decisão vai afetar gerações futuras

Maria Fernanda Ziegler, iG São Paulo |

Numa quebra de protocolo, a chefe do secretariado do fórum das Nações Unidas sobre florestas, Jan McAlpine criticou a possível aprovação do novo Código Florestal, que agora esta no Senado para ser aprovado. “Estas decisões não vão afetar vocês agora, mas elas vão afetar seus filhos e netos”, disse Jan hoje em São Paulo.

A chefe do secretariado participou de um evento na capital paulista para a apresentação das atividades desenvolvidas no Brasil durante o Ano Internacional das Florestas e também para o lançamento do Festival Internacional de Filmes de Florestas da ONU. Os filmes serão exibidos na Cinemateca Brasileira nos dias 4 e 5 de junho.

Jan disse ainda que na maioria dos países há conflito entre as partes que defendem as florestas e a agricultura. “É preciso criar um equilíbrio. As pessoas têm de pensar que as florestas de extrema relevância para elas”, disse.

O projeto que reforma o código Florestal chegou no dia 1 ao Senado após ser aprovado pela Câmara de Deputados em maio. O relatório aprovado pela Câmara mantém as exigências de Reserva Legal - porção de mata nativa que varia de 20% a 80% da propriedade - e também as faixas de matas que devem ser preservadas ao longo de cursos d'água - as Áreas de Preservação Permanente (APPs) em beiras de rios. Isenta, no entanto, pequenas propriedades, de até 4 módulos fiscais (medida que varia de 20 a 400 hectares), a recuperar a Reserva Legal.

    Leia tudo sobre: código Florestalflorestasonu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG