Produção de incenso está ameaçada

Espécie de árvore que produz resina usada na fabricação do incenso deve ser extinta em 50 anos

AFP |

Getty Images
Cientistas calculam que número de Boswellias pode registrar queda de 90% nos próximos 50 anos
O incenso está ameaçado de desaparecer, já que as árvores das quais se extrai esta resina podem estar extintas em 50 anos, afirma um estudo publicado nesta quarta-feira pela Sociedade Britânica de Ecologia.

O número de Boswellias, as árvores das quais o incenso é extraído, pode registrar queda de 90% nos próximos 50 anos, calculam os cientistas, que basearam os cálculos em um estudo efetuado no noroeste da Etiópia com 6.000 árvores.

"A produção de incenso está condenada", alerta a pesquisa.

O incenso, obtido com a resina da Boswellia extraída com uma incisão pouco profunda no tronco da árvore, pode cair à metade nos próximos 15 anos.

Leia mais:
Harry Potter é culpado por extinção de corujas na Índia
Madeira usada na guitarra Gibson coloca fabricante na mira dos ambientalistas
Pesquisadores descobrem exemplos mais antigos de madeira
Ovelhas alteram registro de anéis das árvores

Segundo o estudo elaborado por cientistas na Holanda e Etiópia é pouco provável que a produção de incenso seja a principal causa da queda da população de Boswellias. Os pesquisadores citam os incêndios, os animais e os ataques de insetos.

As Boswellia crescem no leste da África e na Península Arábica.

    Leia tudo sobre: incensoárvoreextinção

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG