Polícia mata 49 animais que escaparam após morte de dono de zoo nos EUA

Animais teriam sido soltos por dono de zoológico em Ohio. Apenas seis sobreviveram. Veja o vídeo

BBC Brasil |

selo

A polícia de Ohio, nos Estados Unidos, matou dezenas de animais exóticos que haviam escapado na véspera de um zoológico privado na cidade de Zanesville.

Entre os animais estavam leões, tigres, ursos, lobos e macacos. No total, 49 dos 56 animais que deixaram o zoológico foram mortos pela polícia.

Os animais teriam sido soltos pelo próprio dono do zoológico, Terry Thompson, que foi encontrado morto no local pela polícia, indicando um possível suicídio.

Leia mais:
Análises preliminares indicam que dono de zoológico se matou
Polícia busca tigres, ursos e leões que fugiram de zoo nos EUA

Apenas um urso, dois macacos e três leopardos foram recuperados vivos, segundo o xerife do condado de Muskingum, Matt Lutz.

Outro macaco estaria desaparecido, mas as autoridades locais acreditam que ele pode ter sido comido por outro animal fugidio.

Pânico
A fuga dos animais, na tarde de terça-feira, provocou pânico na cidade. Várias escolas locais suspenderam as aulas.

AP
Apenas seis animais do zoológico sobreviveram, entre eles um leopardo (foto)
As autoridades locais emitiram uma ordem para que os moradores de Zanesville permanecessem em suas casas, e espalharam sinais nas ruas e estradas da região para alertar os motoristas: “Cuidado, animais exóticos” e “Permaneça em seu veículo”.

O xerife Lutz afirmou ter dado pessoalmente a ordem para que os animais fossem mortos. Segundo ele, a ordem foi dada por causa da "situação volátil" e da falta de luz após o por do sol.

Entre os animais mortos estavam 17 leões e 18 tigres de Bengala. O naturalista americano Jack Hanna afirmou que a morte dos tigres foi especialmente trágica, porque existem apenas 1.400 desses animais no mundo.

Segundo Hanna, que dirigiu o zoológico de Columbus, na capital de Ohio, "o xerife fez a coisa certa" ao dar ordens para que os animais fossem mortos, já que tentar atingi-los com tranquilizantes no escuro seria perigoso demais.

Veja outros casos de animais soltos em cidades:
Onça invade quintal e é capturada por bombeiros no interior de São Paulo
Vídeo: Canguru invade jardim de casa no oeste da Inglaterra
Vídeo: Ornitorrinco é resgatado de esgoto de cidade australiana
Vídeo: Tubarão de 500 kg pula dentro de barco na África do Sul
Vídeo: Jacaré é encontrado no lixo em cidade chinesa

"Não é possível tranquilizar um animal assim, um urso, um leopardo ou um tigre, à noite", afirmou ele à TV ABC.

"Se você fizer isso, os animais ficam muito excitados e se escondem, e então teríamos os policiais e outras pessoas correndo risco de vida", explicou Hanna, que auxiliou o trabalho da polícia.

Problemas legais
Investigações preliminares indicaram que o dono do zoológico havia deixado as jaulas deliberadamente abertas.

Segundo a polícia, Thompson estaria enfrentando problemas legais e havia sido recentemente libertado após passar um período preso.

O Estado de Ohio tem uma das legislações sobre a posse de animais exóticos mais brandas dos Estados Unidos e também os maiores índices do país de ferimentos e mortes causados por esse tipo de animal.

Em 2010, um tratador de animais foi morto por um urso em uma propriedade em Cleveland. A morte foi posteriormente classificada como acidente de trabalho.

    Leia tudo sobre: zoológico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG