Poços inativos no Golfo do México terão de ser fechados

De acordo com o governo americano, mais de 3,5 mil poços não estão produzindo petróleo ou gás na região

Agência Estado |

selo

O governo dos EUA disse hoje (15)  que empresas de petróleo e gás devem fechar permanentemente poços no Golfo do México que estão inativos há cinco anos ou mais. O Departamento do Interior e a agência que fiscaliza a perfuração em alto-mar afirmaram que quase 3,5 mil poços que não estão produzindo petróleo ou gás devem ser fechados.

Outras 650 plataformas devem ser desmontadas se não estiverem mais sendo usadas para exploração ou produção, acrescentou o governo.

"Nós já havíamos avisado às empresas que elas teriam de cumprir os padrões mais rígidos de planejamento e operação, e a decisão de hoje reitera essa ordem", disse o secretário do Interior, Ken Salazar, em um comunicado.

A determinação entra em vigor no dia 15 de outubro. As empresas terão 120 dias para enviarem ao governo planos para desmontar unidades de produção e poços. A regulamentação determina que qualquer poço que não foi usado nos últimos cinco anos para exploração ou produção deve ser fechado. Plataformas de produção e oleodutos devem ser desmontados se não estiverem sendo utilizados. As informações são da Dow Jones.

    Leia tudo sobre: vazamentopetróleoBPGolfo do México

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG