Parte de navio encalhado naufraga na Nova Zelândia

Perto do local do acidente, era possível ver mancha de óleo e grande quantidade de madeira boiando no mar

iG São Paulo |

Metade do cargueiro que encalhou no recife Astrolabe, na Nova Zelândia, há três meses, começou a afundar na terça-feira (10). No local, era possível ver uma mancha de óleo no local e destroços à deriva. O cargueiro foi atingido, neste fim de semana, por uma forte onda que o partiu em dois .

A seção da popa do cargueiro começou a deslizar sobre o recife na manhã de terça-feira. O porta-voz da Maritime New Zealand, James Sygrove, disse que a seção da proa permanece firme sobre o recife. “Há uma grande quantidade de madeira, plástico e outros detritos boiando ao redor da parte do navio que está afundando”.

O Rena, navio de 47.230 toneladas, com bandeira liberiana, está encalhado no recife Astrolabe a cerca de 22 km de Tauranga, na costa leste da ilha ao norte da Nova Zelândia, desde do dia 5 de outubro. Neste fim de semana, uma forte tempestade partiu em dois um navio cargueiro.

Desde que o navio se partiu, uma pequena mancha de óleo foi vista a três quilômetros do cargueiro .No entanto, de acordo com autoridades o estrago parece ser menor se comparado ao desastre ambiental criado quando o navio Rena encalhou, lançando entre 130 e 350 toneladas de óleo no mar.

(Com informações da AP)

    Leia tudo sobre: navio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG