Orcas da Antártida trabalham em grupo para capturar foca

Cientista americano capturou momento em que orcas se juntam para caçar, na Antártida

BBC Brasil |

selo

Um pesquisador americano registrou o momento em que um grupo de orcas põe em prática uma estratégia coletiva para capturar uma foca na Antártida.

O cientista marinho Robert Pitman, do Administração Oceânica e Atmosférica Nacional na Califórnia, Estados Unidos, trabalhava como consultor para uma equipe da BBC quando a cena aconteceu.

Nas imagens, as três baleias criam uma onda sobre o bloco de gelo onde está a foca, fazendo com que ela se desequilibre e caia no mar.

"Há três tipos diferentes de orcas na Antártida, mas este tipo é especialista em focas", disse o cientista à BBC Brasil.

Pitman e seu colega Robert Durham publicaram um estudo após semanas observando o comportamento das orcas na região.

Veja mais confrontos no mundo animal:
Leopardo ataca guarda florestal na Índia
Chacal 'kung fu' ataca abutres para proteger seu alimento
Papéis invertidos: gnu perseguindo leoa
Hipopótamo salva-vidas resgata filhotes de gnu e zebra em rio
Leopardo camuflado se aproxima de gnus
A luta dos ursos pela sobrevivência
Luta entra crocodilo e hipopótamo no Malauí
Leopardos fazem "cabo-de-guerra" com cobra
Ursa enfrenta dois tigres com filhotes nas costas
Leão briga com filhote e leva 'bronca' de leoa


Segundo a pesquisa, as baleias trabalham sempre em conjunto no momento da caça e a estratégia da onda funciona três de cada quatro vezes em que é utilizada.

"Elas formam famílias e fazem tudo cooperativamente. Vimos grupos de até 15 baleias", diz.

De acordo com Pitman e Durham, as baleias também dividem a tarefa de retirar a pele e dissecar as focas capturadas.

Os mamíferos, que chegam a ter 9,5 metros de comprimento e pesar cerca de 6 toneladas, são considerados animais inteligentes e sociais.

As orcas observadas pelos pesquisadores também escolhem de maneira muito especifica as focas que irão capturar.

"Elas preferem as focas-de-weddell e não procuram nenhuma das outras espécies. Ainda não sabemos o porquê", disse Pitman.

Para o cientista, a rapidez e inteligência das baleias faz com que suas táticas de caça sejam altamente eficientes.

"As focas só escapavam quando as baleias percebiam que elas eram de outra espécie (que não as focas-de-weddell). Nesse caso, as orcas iam embora e as deixavam no mar", afirma.

"Vimos algumas focas conseguirem escapar na confusão, logo após caírem do bloco de gelo, mas eram a minoria."

    Leia tudo sobre: orcascaçafocasantártida

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG