Orca Morgan deixa Holanda para viver em Tenerife, na Espanha

Animal de 1,4 toneladas não recebeu nenhum sedativo e passou por 16 simulações de transferência

EFE |

EFE
Tarefa logística: trabalhadores do parque começam operação para transportar orca até a Espanha
A orca Morgan deixou nesta manhã o Dolfinarium Harderwijk, o parque de animais marinhos mais importante do mundo na Holanda, para ser transferida de avião para um jardim zoológico de Tenerife, nas Canárias, na Espanha.

Imagens da emissora "NOS" mostraram o animal, de 1,4 tonelada, sendo colada em um contêiner e alçada por um guindaste em uma gigante maca branca, antes de ser transportada em um caminhão com escolta policial ao aeroporto de Amsterdã, para fazer a viagem às Canárias.

A baleia estava tranquila, contou o biólogo marinho Brad Andrews, em entrevista à agência "ANP". Nenhum tipo de sedativo foi injetado no mamífero e as palavras de seus tratadores serão seu único tranquilizante. Antes da mudança, a baleia passou por 16 simulações da transferência.

A mudança da orca Morgan foi polêmica e a decisão partiu dos tribunais . O animal foi localizado doente no mar do Wadden (norte da Holanda) no ano de 2010 e desde então se recupera no parque holandês.

O julgamento em Amsterdã na semana passada deu sinal verde à decisão do Governo holandês de enviar a orca para Tenerife, pois as instalações do aquário eram pequenas.

Leia também:
SeaWorld muda procedimentos com orcas após morte de treinadora
Conheça um híbrido de golfinho com orca
Orcas da Antártida trabalham em grupo para capturar foca

Um grupo de ativistas recorreu da decisão sem sucesso nos tribunais, a intenção deles era que a orca fosse devolvida ao mar.

No zoológico espanhol, Morgan deve se adaptar as suas novas companheiras por meio da bioacústica, uma técnica que consiste em emitir sons gravados.

    Leia tudo sobre: orcaholandabaleia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG