Onze reatores do mesmo tipo que Chernobyl ainda operam na Rússia

Equipamentos do mesmo tipo dos envolvidos na tragédia de 25 anos atrás ainda são utilizados, denuncia especialista

AFP |

Onze reatores russos do mesmo tipo que os da central de Chernobyl são antiquados e deveriam ser desativados, declarou nesta segunda-feira (25) Vladimir Kuznetsov, membro de um conselho de especialistas do Rosatom, o monopólio russo da energia nuclear.

"A principal lição que deveria ser tirada da catástrofe de Chernobyl é a de desativar progressivamente os reatores de tipo RBMK", declarou à imprensa.

"Mas, ao invés de desativar esses velhos reatores ou explorá-los a 60% ou 70%, eles funcionam a 104%, porque novos reatores não são construídos", denunciou Kuznetsov.

Quase todos os 11 reatores RBMK (tipo usado em Chernobyl) foram construídos nos anos 1970 e deveriam ser utilizados apenas durante 30 anos.

Leia também:
Após 25 anos, Chernobyl ainda é perigo para o meio ambiente 

Javalis radioativos são legado de Chernobyl

    Leia tudo sobre: chernobylrússiaenergia nuclear

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG