ONU: mundo perde, ao ano, uma Itália em áreas cultivadas

Relatório aponta que 30 milhões de hectares de terra por causa da degradação ambiental, industrialização e urbanização

AFP |

A cada ano são perdidas no mundo 30 milhões de hectares cultivados, o equivalente à superfície da Itália, devido à degradação ambiental, à industrialização e à urbanização, disse nesta quinta-feira (21) um especialista da ONU.

"Esta tendência tem consequências dramáticas para milhões de agricultores, pescadores e povos indígenas", assegurou Olivier de Schutter, enviado especial das Nações Unidas sobre o direito à alimentação, ao apresentar seu relatório à Assembleia Geral.

"Hoje, 500 milhões de pequenos agricultores sofrem de fome porque seu direito à terra é atacado", disse.

"Enquanto as populações rurais aumentam e a competição com as grandes entidades industriais cresce, as parcelas cultivadas pelos pequenos exploradores diminuem ano a ano. Os agricultores são frequentemente deslocados a solos áridos, montanhosos ou sem irrigação", acrescentou.

O relatório destaca que a combinação entre a degradação ambiental, a urbanização e as compras de grandes terrenos por investidores etrangeiros é "um coquetel explosivo".

    Leia tudo sobre: onudesmatamentodegradação ambiental

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG