Obama volta à região afetada por vazamento de petróleo no Golfo

Presidente norte-americano inicia hoje um percurso pelas áreas litorâneas afetadas pelo vazamento da BP

EFE |

Washington - O presidente Barack Obama, resolvido a impor exigências mais severas à empresa British Petroleum (BP), inicia hoje um percurso de dois dias pelas áreas litorâneas afetadas por um vazamento de petróleo no Golfo do México.

Ao retorno de sua viagem pela Louisiana, Mississipi, Alabama e Flórida, o presidente dirigirá uma mensagem à nação na terça-feira à noite na qual explicará as medidas que seu Governo tomará para enfrentar a poluição e compensar os indivíduos e empresas atingidos.

Na quarta-feira Obama se reunirá na Casa Branca com o presidente da BP, Carl Henric Svanberg, e segundo um funcionário da Presidência exigirá a criação de um fundo especial para o pagamento de compensações e indenizações aos atingidos pelo vazamento que começou no dia 20 de abril.

O almirante (aposentado) da Guarda Litorânea, Thad Allen, que lidera o esforço do Governo para a contenção do vazamento de petróleo, disse que desde este domingo começou a instalação de sensores que deem às autoridades uma ideia mais precisa do volume de petróleo que flui do poço.

    Leia tudo sobre: iGbpvazamentoeua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG