Nova espécie de lagarto é encontrada na caatinga do Ceará

As últimas espécies descobertas no sertão do Estado datam da década de 1990

Daniel Aderaldo, iG Ceará |

Daniel Cassiano Lima
A nova espécie de lagarto nas pedras da caatinga: estudo indica que a região tem uma biodiversidade ainda pouco explorada
Pesquisadores descobriram uma nova espécie de lagarto no sertão cearense. O animal pertence ao grupo dos calangos-de-lajeiro, comuns em todo Ceará e parte do Nordeste. O estudo indica que a caatinga tem uma biodiversidade ainda pouco explorada.

Isso mostra que a caatinga não é um bioma pouco biodiverso, na realidade ele é pouco estudado”, diz pesquisador

O animal foi batizado como Tropidurus jaguaribanus , em referência ao grupo dos calangos-de-lajeiro e à região do Vale do Jaguaribe, onde foi encontrado. Lajeiros são formações rochosas de médio e grande porte comuns em todo sertão cearense. A descoberta foi do Núcleo Regional de Ofiologia da Universidade Federal do Ceará (Nurof-UFC) e está documentada em uma revista científica da Nova Zelândia.

A nova espécie começou a ser estudada em 2008 pelos biólogos Daniel Cassiano Lima e Daniel Passos. Os dois encontraram o lagarto de 24 centímetros (12 cm de corpo e 12 cm de cauda) e notaram uma diferença marcante na coloração dele em relação às demais espécies do grupo. "Ele tem uma listra branca que só vai até a altura das patas dianteiras. Nos outros animais, ou há mais de uma listra ou ela vai percorrer todo o dorso até a base da cauda", explicou Daniel Passos.

Daniel Cunha Passos
Tropidurus jaguaribanus: diferente das outras espécies, ele tem uma listra branca que só vai até a altura das patas dianteiras
O Tropidurus jaguaribanus difere bastante da única espécie de calango encontrada no Ceará até agora. A nova espécie é achatada, assim como outras duas espécies encontradas nos Estados do Piauí e Pernambuco. “Isso mostra que a caatinga não é um bioma pouco biodiverso, na realidade ele é pouco estudado”, concluiu o pesquisador.

Segundo Passos, as pesquisas mais recentes que levaram à descoberta de novas espécies no sertão do Ceará datam da década de 1990. Para ele, isso mostra que é possível encontrar ainda várias novas espécies na caatinga.

Por enquanto, a nova espécie só foi encontrada no Vale do Jaguaribe. Isso pode ser um indício de que o lagarto é ameaçado de extinção, ainda que não haja nenhum estudo conclusivo sobre isso. Até agora, os pesquisadores se empenharam em identificar e catalogar o animal. O próximo passo é saber quem são seus predadores, do que ele se alimenta e como se reproduz.

    Leia tudo sobre: lagartocaatingacearásertão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG