Mudanças climáticas: Canadá confirma ajuda a países pobres

País foi criticado por abandonar o Protocolo de Kyoto, mas manterá compromissos estipulados na cúpula de Copenhagen

AFP |

O Canadá anunciou nesta quarta-feira que contribuirá este ano com cerca de 400 milhões de dólares canadenses (389 milhões de dólares americanos) para as iniciativas internacionais destinadas a ajudar os países mais pobres e vulneráveis na luta contra as mudanças climáticas.

O ministro canadense do Meio Ambiente, Jim Prentice, informou que seu país manterá seus compromissos estipulados na cúpula sobre o clima de Copenhagen.

"Através desses investimentos, procuramos ajudar os países em desenvolvimento a reduzirem suas emissões (de gases de efeito estufa) e a se adaptarem aos efeitos das mudanças climáticas", declarou Prentice em um comunicado.

A contribuição do Canadá corresponde a sua cota tradicional de ajuda dos países desenvolvidos no contexto das iniciativas multilaterais, cerca de 4%, precisou.

Esse anúncio antecede em dois dias a cúpula do G8, seguida da cúpula do G20, que acontecem no Canadá. A questão das mudanças climáticas deve ser abordada em ambas as reuniões.

O Canadá foi alvo de críticas pelos defensores do meio ambiente nos últimos anos depois de abandonar os objetivos do Protocolo de Kyoto sobre as limitações das emissões de gás de efeito estufa.

Ottawa estipulou para si um objetivo mais modesto, que classificaram como "realista e ambicioso", de reduzir os níveis à 17% até 2020, em comparação com as taxas de 2005. Essa meta reflete seu alinhamento à política dos Estados Unidos sobre o assunto.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG