Morte de veado abre polêmica sobre a caça do animal na Grã-Bretanha

Imperador era considerado o maior animal selvagem do país, pesava 135 quilos e tinha quase 2,75 metros de altura

BBC Brasil |

selo

A morte de um veado vermelho na zona rural de Rackenford, no sudoeste da Grã-Bretanha, vem causando polêmica no país. O Imperador, como ele era conhecido, foi executado por um caçador.

Os protestos vieram à tona porque ele era considerado o maior animal selvagem do país: pesava 135 quilos e tinha quase 2,75 metros de altura.

Os fãs do veado também reclamaram do fato de o Imperador ter sido abatido justamente na época de acasalamento.

Sua morte levantou questões sobre a caça dos veados e também sobre colecionadores que pagam valores altíssimos para ter em casa um “troféu” como a cabeça e a galhada do Imperador.

Caçador licenciado

Detalhes de sua morte foram revelados por testemunhas que não quiseram se identificar.

Uma delas disse ter ouvido dois tiros antes de ver o corpo do veado próximo a Rackendord e afirmou que sua carcaça foi removida do local em seguida.

Outra pessoa disse que viu, no início do mês, um grupo de caçadores estudando a área onde o Imperador vivia.

As testemunhas acreditam que um caçador licenciado foi responsável pela morte do animal.

Alvo fácil

O apelido Imperador foi dado ao veado pelo fotógrafo Richard Austin, que não se surpreendeu com sua morte.

“Com aqueles chifres, sabia que ele seria morto cedo ou tarde. Como eram imensos, tornavam o Imperador um alvo fácil”, disse Austin.

Mas para especialistas em veados, como Peter Donnelly, a morte do Imperador foi uma tragédia, especialmente por ter acontecido na época do acasalamento.

“Talvez ele não tenha tido a oportunidade de acasalar esse ano e seus genes não tenham sido passados adiante”, disse.

Para Donnelly, “a caça deveria ser proibida durante essa importante época do ano”.

Troféu

Ele afirmou que a competição pelos veados está ficando cada vez mais acirrada: “Há pessoas dispostas a gastar imensas quantias de dinheiro para ter um troféu em suas paredes.”

Segundo Donnelly, fala-se em cerca de mil libras por cabeça (o equivalente a R$ 2.700). “Mas sei que há pessoas que pagam muito mais.

”Um caçador profissional, identificado apenas como Simon, disse à BBC que cobra entre 160 e 180 libras (entre R$ 430 e R$ 480) por dia para acompanhar interessados em caçar o animal.

Para quem quiser levar para casa os troféus – a cabeça e a galhada do animal – o valor sobe: entre 2 mil e 3 mil libras (entre R$ 5.300 e R$ 8 mil).

No entanto, Donnelly acredita que o império do maior veado do país pode não ter chegado ao fim. Há alguns dias, ele viu um jovem veado muito grande e forte que, em sua opinião, tem grandes chances de ser filho do Imperador.

    Leia tudo sobre: caça de animais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG