Ministério da Agricultura cria grupo para a Rio+20

Grupo vai definir texto sobre a interação entre a economia verde e o combate à pobreza

AE |

selo

O Ministério da Agricultura criou um grupo de trabalho para debater e propor ações necessárias à articulação da pasta na organização da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável - Rio+20 . O objetivo é participar ativamente do evento marcado para 4 a 6 de junho de 2012, no Rio de Janeiro.

A criação do grupo foi oficializada no Diário Oficial da União (DOU) de ontem, 20, por meio da Portaria nº 871, de acordo com comunicado do Ministério.

O grupo será composto por representantes da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo (SDC), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A coordenação cabe à SDC. Entre as atribuições iniciais do comitê está prevista a definição de um texto em nome do governo federal sobre a interface entre economia verde e o combate à pobreza. O documento será elaborado em conjunto com todos os ministérios e deverá ser entregue até o dia 1º de novembro.

Outra tarefa é preparar um material específico do setor agropecuário - em parceria com órgãos e entidades agrícolas - abordando a importância da agricultura para a questão ambiental. Na carta, serão citadas iniciativas como o Programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC), trabalhos da pesquisa agropecuária para a sustentabilidade, compromissos do segmento com a biodiversidade e ações para reduzir o aquecimento global.

Os temas e encaminhamentos da equipe serão informados e submetidos à apreciação da Secretaria-Executiva do Ministério da Agricultura. O grupo se reunirá mensalmente e poderá convidar outros representantes e especialistas de entidades públicas e privadas para as reuniões com o objetivo de auxiliar em suas atividades.

    Leia tudo sobre: rio+20rio20

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG