Medvedev pede nova convenção internacional para segurança nuclear

Durante visita à Chernobyl, na Ucrânia, presidente russo anunciou ter enviado a proposta a outros dirigentes

AFP |

AFP
Presidente russo Dmitri Medvedev e líder ucraniano Viktor Yanukovich (no centro) participam de cerimônia religiosa em Chernobyl
O presidente russo Dmitri Medvedev, que visita o prédio da central nuclear de Chernobyl , anunciou nesta terça-feira (26) ter enviado a seus colegas estrangeiros a proposta para uma convenção internacional sobre segurança nuclear.

"Enviei hoje aos dirigentes dos principais países, a nossos amigos e parceiros da Comunidade de Estados independentes, e certamente à Ucrânia uma proposta visando garantir o desenvolvimento necessário da segurança nuclear no mundo", declarou.

Essas medidas visam principalmente evitar acidente de consequências catastróficas mundiais.

Os presidentes ucraniano, Viktor Yanukovich, e russo, Dimitri Medvedev, chegaram nesta terça-feira a Chernobyl e visitaram o prédio da central nuclear acidentada, 25 anos depois do maior drama da história do uso civil da energia nuclear.

Os dois chefes de Estado chegaram à central depois de assistir a uma cerimônia religiosa.

O mundo recorda nesta terça-feira os 25 anos da catástrofe de Chernobyl. O presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovich, e o da Rússia, Dimitri Medvedev, se reuniram no prédio da central nuclear ucraniana para recordar a tragédia.

    Leia tudo sobre: Chernobylacidentenuclear25anoRússiaUcrânia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG