Mais de 60 baleias-piloto morrem na Nova Zelândia

Grupo de animais se aproximou demais da costa e encalhou, sem possibilidade de resgate. Veterinário sacrificaram 18 cetáceos

EFE |

Getty Images
Baleias piloto, como as da foto, medem até sete metros de comprimento e pesam três toneladas
No total, 65 baleias-piloto morreram após encalhar em águas pouco profundas da Nova Zelândia. Veterinários tiveram que sacrificar nesta quarta-feira (16)  os últimos 18 exemplares vivos.

Os cetáceos foram descobertos na segunda-feira por funcionários do Ministério do Meio Ambiente a dois ou três quilômetros da praia em Golden Bay, no litoral norte da ilha Do Sul.

John Mason, porta-voz do Ministério, informou que os trabalhos de resgate não tiveram sucesso porque os mamíferos se aproximaram demais da costa.

Leia mais: Porque as baleias encalham

"Em vez de prolongar o sofrimento das baleias, decidimos sacrificar as 18 que restavam nesta manhã", afirmou Mason à imprensa local.

Em fevereiro, 107 baleias-piloto morreram em uma praia de Golden Bay . Encalhes de baleia são comuns na Nova Zelândia. Em janeiro, 24 baleias-piloto morreram após encalhe na Ilha do Norte. Em dezembro de 2009, mais de 120 baleias morreram perto de Golden Bay, na costa leste da Ilha Norte.

Na realidade, as baleias-piloto não são baleias, mas cetáceos da família dos golfinhos e se distinguem por uma protuberância em suas cabeças e suas grandes dimensões, os animais desta espécie podem atingir até sete metros de comprimento e pesar até três toneladas.

Veja outras notícias:
Baleia fica presa em rede de pescadores da África do Sul
Cientistas se preparam para encalhe de até cem baleias na Escócia
Baleia encalhada morre em Cabo Frio-RJ
Baleia agoniza em praia escocesa

    Leia tudo sobre: baleiasencalheanimais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG