Mais de 100 chefes de estado devem discursar na Rio+20

Cúpula contará com 50 mil pessoas credenciadas de 193 países, além de milhares de participantes que estarão em eventos paralelos

EFE |

Mais de 100 chefes de Estado devem discursar na Rio+20 , de acordo com organizadores da conferência da ONU que será realizada no Rio de Janeiro em junho.

A cúpula contará com 50 mil pessoas credenciadas de 193 países, além de outros milhares de participantes que estarão em eventos paralelos na chamada "Cúpula dos Povos".

Os líderes de mais de 100 nações já se inscreveram para discursar na conferência, e 84 deles já fizeram reservas em hotéis do Rio, informou o secretário do comitê organizador brasileiro, Laudemar Aguiar.

Entre os credenciados estão incluídos 5 mil jornalistas e cerca de 1,4 mil voluntários, oriundos de comunidades carentes e universidades cariocas.

Leia mais:
Coordenador da Rio+20 afirma que Brasil deve liderar sustentabilidade
Agência Nacional de Águas questiona relevância do tema na Rio+20

O representante da organização rebateu as críticas feitas pela falta de quartos em hoteis e garantiu que "nenhuma cidade do mundo" tem capacidade de hospedagem para um evento destas proporções. Laudemar considerou "normal" que muitos visitantes tenham que se hospedar fora da capital fluminense.

O governo reservou 12 mil quartos de hotel para a comitiva das Nações Unidas e as delegações nacionais, o que equivale a 70% da oferta de lugares em hotéis de quatro e cinco estrelas na cidade, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro.

O secretário não quis discutir a decisão do Ministério da Justiça de abrir uma investigação por conta do "aumento abusivo" dos preços da rede hoteleira do Rio nas datas do evento. Alguns estabelecimentos duas estrelas em Copacabana, por exemplo, oferecem pacotes fechados de cinco noites com preços que atingem R$ 1.180, conforme constatou a Agência Efe.

As reuniões da cúpula da Rio+20 acontecerão no Riocentro, na Zona Oeste do Rio. Já as demais atividades acontecem, principalmente, no Parque do Flamengo, na Zona Sul da cidade.

    Leia tudo sobre: RIO+20sustentabilidaderio20

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG