Empresa também pretende fechar usinas na Dinamarca

O grupo dinamarquês Vestas, líder mundial da energia eólica, anunciou nesta terça-feira que vai demitir 3.000 funcionários, principalmente na Dinamarca, em consequência da desaceleração do mercado europeu.

"Em 2011, o crescimento do mercado europeu não vai alcançar o nível esperado pela Vestas, o que explica por quê a Vestas se vê obrigada a ajustar suas capacidades na Europa", afirma a empresa em um comunicado.

O grupo acreditava que poderia manter as capacidades na Europa com um aumento da demanda em 2010 e 2011.

A empresa também deve fechar usinas, em primeiro lugar na Dinamarca, onde os custos são elevados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.