Laboratórios buscam respostas para a morte de 3 mil aves nos EUA

Resultados preliminares da autópsia mostraram que mortes foram causadas por traumas múltiplos em órgãos vitais dos animais

iG São Paulo |

© AP
Na noite de Ano Novo, milhares de melros caíram mortos do céu do estado americano do Arkansas
Especialistas em vida selvagem estão tentando solucionar um mistério que evoca imagens apocalípticas no estado americano de Arkansas. Mais de 3 mil pássaros caíram mortos do céu, momentos depois da meia-noite do Ano Novo. Algum tempo depois, segundo o jornal The Guardian , cerca de 100 mil peixes apareceram boiando em um rio próximo.

Cientistas estão investigando se fogos de artifício, ou o mau tempo são a causa da morte das aves. Outra hipótese é a de que um pássaro desorientado tenha levado o bando ao chão. De acordo com matéria da rede americana NBC, resultados preliminares da autópsia mostraram que as mortes foram causadas por traumas múltiplos em órgãos vitais.

A Comissão de Caça e Pesca de Arkansas afirmou que a mortandade de peixes aparentemente está ligada à doença.

“Temos ainda uma série de perguntas que precisam de respostas”, disse Karen Rowe, especialista em aves da Comissão de Caça e Pesca de Arkansas. Karen disse que há casos de pássaros que ficaram confusos e caíram mortos no chão.

Moradores da pequena cidade de Beebe, no nordeste de Little Rock, encontraram, no sábado (1), milhares de pássaros mortos em uma área de 4 km 2 . De maneira ainda não explicada, os animais caíram mortos sobre casas, carros e no chão.

As carcaças das aves foram enviadas para a Comissão de Aves e Pecuária do Arkansas e ao Centro Nacional de Saúde da Vida Selvagem, em Madison, Wisconsin. Os resultados da autópsia devem sair em uma semana.

© AP
Os animais mortos foram recolhidos e levados para análise
Karen disse que muitas das aves sofreram ferimentos ao bater no chão, mas que ainda não está claro se elas estavam vivas antes da queda. Quase todos os pássaros são melros, conhecidos por terem visão excelente, o que de acordo com Karen, os permitiria ver o chão durante a noite.

Uma chuva violenta caiu em grande parte do estado na sexta-feira (31), houve inclusive um tornado que matou três pessoas em Cincinnati, cidade do Arkansas. O raio pode ter matado as aves diretamente, ou as assustou a ponto de torná-las confusas. Chuvas de granizo também são conhecidas por abater aves no céu.

Em 2001, um raio matou cerca de 20 patos em Hot Springs, e um bando de pelicanos foi encontrado morto cerca de 10 anos atrás, disse Karen. Testes de laboratório mostraram que eles também haviam sido atingidos por raio.

Em 1973, uma chuva de granizo derrubou as aves do céu, em Stuttgart, Arkansas, na véspera da temporada de caça. Algumas das aves foram capturadas em correntes ascendentes de uma violenta tempestade e foram cobertas por gelo antes de caírem do céu.

Karen afirma que o envenenamento não está descartado, embora seja improvável. Ela disse ainda que aves de rapina e outros animais, incluindo cães e gatos, se alimentaram de aves mortas e não sofreram nenhum problema.

(com informações da AP)

    Leia tudo sobre: Arkansasmortepássaros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG