Jovens protestam nus em Washington contra caça de focas no Canadá

Protesto do grupo de defesa dos animais Peta chamou a atenção para o alto número de animais a serem caçados este ano

EFE |

AP
Observadores da Humane Society dos EUA monitoram a caça de focas no Canadá: governo autorizou a caça de 380 mil animais este ano
Sem roupas e pintados com as cores da bandeira canadense (vermelho e branco), um grupo de jovens protestou hoje em frente à Embaixada do Canadá em Washington contra a caça de focas.

A caça de focas harpa começa toda primavera no Canadá, quando os animais migram da Groenlândia para a costa do país para dar à luz. A manifestação de hoje foi organizada pelo grupo de defesa dos animais Peta. Em declarações à Agência Efe, Virginia Fort, organizadora das campanhas da ONG, denunciou a caça como "vergonhosa" e "sem rentabilidade".

No início de abril, o Governo canadense levanta a proibição para a prática e, sempre entre denúncias de grupos defensores de animais, os caçadores buscam entre o gelo as focas. As autoridades canadenses autorizaram este ano a caça de 380 mil focas harpa, um número maior que o permitido no ano passado, quando se caçaram 74.500 do total de 280 mil permitido.

A União Europeia e os Estados Unidos proíbem a venda de produtos de foca, e a Rússia vetou a caça desses animais. O Senado americano também já aprovou resoluções de condenação à prática.

    Leia tudo sobre: focascanadáártico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG