Janet Jackson é pessoa menos amigável com animais, segundo PETA

ONG que prega tratamento ético aos animais condenou cantora por aparecer em anúncios de casacos de pele

iG São Paulo |

Divulgação
Janet Jackson usa casaco de pele em anúncio da Blackglama: críticas pesadas da Peta
A cantora americana Janet Jackson, 45, foi eleita pela organização Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais (Peta, em inglês) a principal personalidade "estraga-prazeres" do ano, ou seja, a pessoa menos amigável com os animais em 2011.

A lista, contendo ainda o cineasta Cameron Crowe e a modelo e socialite Kim Kardashian, foi elaborada em parceria com o site inglês World Entertainment News Network.

Leia mais sobre a ONG:
ONG Peta vai lançar site pornô em defesa dos animais

Peta patrocina pesquisa de carne artificial
Defensores dos animais protestam contra uso de couro em sapatos nos EUA

Além de estrelar campanhas da Blackglama, grife que usa peles de animais, Janet empresta seu nome a uma linha de roupas e artigos de luxo da marca. A parceria ultrajou um de seus fãs, que colocou sua coleção de discos e posteres da cantora à venda na internet, e os lucros seriam doados à instituição.

Em seu comunicado, a Peta lembra a controversa transmissão da final da liga de futebol americano (Super Bowl, em 2004), em que durante show ao lado de Justin Timberlake, um dos seios da cantora ficou à mostra.

"Quando Janet teve o infame problema de guarda-roupa' durante o Super Bowl, ao menos a carne que ficou exposta era dela --ao contrário das peles de animais roubadas com as quais ela se cobre, que são tão mortas quanto seu gosto em moda (isso sem mencionar sua carreira) (...)", afirma o comunicado da Peta.

Já Cameron Crowe foi criticado pelo seu mais recente filme, " Compramos um Zoológico ", em cartaz no Brasil. Na produção, Matt Damon interpreta um jornalista que, após a morte da mulher, tenta reconstruir a vida ao reativar um zoológico.

Para o Peta, Crowe errou ao usar animais de verdade, em vez de computação gráfica. Diz a Peta: "(...) 'Compramos um Zoológico' se baseia na indústria de performance de animais, em que os 'atores' são rotineiramente negligenciados e até mesmo abusados. (...) Explorar animais para contar uma história sobre proteção de animais?".

Quanto a terceira pessoa citada na lista, Kim Kardashian, a crítica é em relação ao seu constante uso de peles de animais em aparições públicas.

(Com informações do Valor Online)

    Leia tudo sobre: petaanimaiscasacos de pele

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG