Pesquisadores apontam ação do homem como causa do fenômeno

Londres (EFE).- As costas da Indonésia e do norte do Oceano Índico podem estar expostas a aumentos do nível do mar acima da média global, segundo revela uma pesquisa publicada na revista "Nature".

Baseado no comportamento do nível do mar em cada zona nos últimos 50 anos, o estudo diz, por outro lado, que as Ilhas Seychelles e as costas de Quênia e Tanzânia, no leste da África, praticamente não seriam afetadas. Os pesquisadores da Universidade do Colorado (EUA) responsáveis pelo estudo apontam diretamente a ação do homem e, em consequência, a mudança climática, como causas do fenômeno.

A equipe estudou o nível do mar de diferentes pontos de toda a costa banhada pelo oceano Índico desde 1960 a partir da observação direta, de dados obtidos por satélite e de simulações climatológicas. Os cientistas identificaram tendências de comportamento diferentes nas mudanças do nível do mar, com uma queda na zona subtropical do litoral do Índico e aumento no resto, o que atribuíram ao crescente vigor da circulação norte-sul e leste-oeste das correntes de ar atmosféricas na zona. Segundo o estudo, isso se deve em parte ao aquecimento global, o que leva a crer que o fenômeno deve continuar no futuro.

EFE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.