Hillary pede ajuda da China para lidar com mudanças climáticas

Secretária de Estado dos EUA quer que os dois países dialoguem para garantir o sucesso da próxima conferência do clima

AFP |

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, pediu nesta segunda-feira à China que trabalhe junto com Washington na elaboração do relatório sobre mudanças climáticas e afirmou que os dois países - os maiores responsáveis pela emissão de gás carbônico do globo - poderiam garantir, juntos, o êxito nas discussões da ONU.

Leia também:
Energia renovável vai cobrir 80% da necessidade global até 2050


"Espero que o diálogo estratégico e econômico anual, que se abriu nesta segunda-feira, em Washington, entre Estados Unidos e China, termine com a entrada em marcha do acordo de Cancún (México) e de seus Fundos Verdes para ajudar os países em desenvolvimento a enfrentar o desafio das mudanças climáticas", disse a secretária durante uma sessão de trabalho nesta segunda-feira.

Segundo Hillary, Estados Unidos e China devem se unir para o acordo de Cancun. "Se os dois países trabalharem juntos, então poderemos dar um passo gigantesco adiante e fazer com que a próxima conferência sobre o clima da ONU, em Durban, na África do Sul, termine com sucesso", afirmou.

Em dezembro de 2010, em Cancun, foi feito um pacto para a criação de um Fundo Verde para ajudar os países em desenvolvimento - um mecanismo de proteção das florestas tropicais, estabelecendo-se, ainda, reduções das emissões de CO 2 e de garantias de que não haja lacunas entre o primeiro e o segundo período do Protocolo de Kyoto.

    Leia tudo sobre: EUAChinameioambienteclimaONU

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG