Grupo de baleias atoladas na Nova Zelândia tem mais mortes

Apenas 24 dos cerca de 80 animais que ficaram encalhados na praia conseguiram sobreviver

EFE |

EFE
Grupo tenta salvar uma baleia piloto que encalhou em praia da Baía dos espíritos, na Nova Zelândia
A maioria das baleias piloto que ficaram atoladas na quarta-feira (22) em uma praia da Ilha do Norte da Nova Zelândia morreu nesta quinta-feira, apesar dos esforços de voluntários e especialistas que esperam até esta sexta-feira para tentar devolver ao mar as sobreviventes.

Dos cerca de 80 animais que ficaram presos, apenas 24 seguem vivos, segundo disse a porta-voz do departamento de Conservação da Nova Zelândia, Carolyn Smith, à agência australiana "AAP".

Por que as baleias encalham

Os cetáceos, que receberam desde quarta-feira os cuidados dos voluntários, ficaram presos na praia remota de Spirits Bay, onde outras 101 baleias piloto morreram em 2007.

Em agosto, apenas nove baleias em um grupo de 58 foram resgatadas de outra praia onde, em dezembro, morreram 126 animais que também ficaram atolados.

Os cientistas não sabem explicar a razão que leva algumas espécies de baleias a morrer encalhadas nas praias, e especulam a possibilidade de elas serem atraídas pelos sons de grandes navios ou seguirem líderes de grupo desorientados por conta de doenças.

A Nova Zelândia faz parte da rota das baleias, que se dirigem à Antártida em busca de águas mais frias nesta época do ano.

A baleia piloto é um cetáceo de corpo robusto, que pode chegar a sete metros de comprimento.

    Leia tudo sobre: nova zelândiabaleiabaleia encalhada

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG