Google Street View começa a fotografar a Amazônia

Carros dão lugar a barcos e triciclos no projeto que pretende mostrar a floresta e as comunidades que vivem ao longo dos rios

Wilson Lima, iG Maranhão |

O Google Street View, ferramenta que permite ao usuário ver imagens de várias ruas ao redor do mundo, começou, nesta quarta-feira (17), a coleta de imagens da floresta amazônica a partir do rio Negro e das comunidades que vivem ao longo do rio. A primeira fase da coleta de imagens irá durar três semanas e está sendo realizada em parceria com a ONG Fundação Amazonas Sustentável (FAS), responsável por vários projetos de preservação ambiental na região.

Reprodução/Google Maps
Imagem da avenida Paulista, em São Paulo, fotografa pelo Google Street View: em breve, serviço terá imagens da Amazônia
O projeto foi batizado como “Street View na Amazônia" e as imagens do rio Negro estão sendo captadas com a ajuda de barcos e triciclos, já que o acesso à região é extremamente difícil. Segundo o Google, a idéia é que, em breve, os próprios moradores das comunidades que hoje estão sendo fotografadas possam captar imagens de outras áreas da Amazônia.

Em outras cidades, esse levantamento de imagens é feito com a ajuda de veículos. “Assim que todas as imagens estiverem no ar, poderemos compartilhar a cultura e a beleza de locais da Amazônia com qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo”, afirmou Karin Tuxen-Bettman, líder do time de Geolocalização do Google, por meio de sua assessoria de imprensa.

Os representantes da FAZ acreditam que, a partir das imagens, será possível "vivenciar as peculiaridades da vida e cultura de comunidades isoladas na região e assim aumentar a conscientização para a preservação da Amazônia". Criado em 2007, o “Streel View” começou a coletar imagens do Brasil em janeiro de 2010. As primeiras cidades fotografadas foram São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

    Leia tudo sobre: google street viewamazônia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG