Filhote de anta brasileira ameaçada nasce em zoológico britânico

Espécie está ameaçada de extinção por causa da caça e da destruição de seu habitat natural

BBC Brasil |

selo

Zoológico de Paignton
Dexter, como outros filhotes de anta, nasceu rajado e com pintas, que vão desaparecer com o tempo
Um filhote de anta brasileira, animal considerado ameaçado no Brasil, é o mais novo recém-chegado em um zoológico em Devon, no sudoeste da Inglaterra.

Batizado de Dexter, o filhote nasceu no dia 5 de fevereiro no zoo de Paignton, que nos últimos 11 anos viu o nascimento de outros seis desses animais.

"Há poucos filhotes tão fofos quanto os de anta", disse o porta-voz do zoo, Neil Bemment. "É sempre uma boa notícia cruzar uma espécie tão popular e carismática."

Leia mais:
Zoológicos podem garantir sobrevivência de espécies ameaçadas
Zoológico do Chile apresenta filhote de hipopótamo-pigmeu
Panda de zoológico americano está com gravidez psicológica
Zoológico divulga foto de irmão de urso polar Knut
Vídeo: Pinguins ganham praia artificial em Zoológico de Londres
Zoólogos fazem lista com 100 mamíferos ameaçados mais estranhos
Câmeras escondidas revelam "vida secreta" dos mamíferos

Dexter nasceu com pele rajada e algumas pintas, que desaparecerão após alguns meses para dar lugar à pele escura característica dos indivíduos adultos.

As antas brasileiras, nativas de quase todos os países sul-americanos, são consideradas em risco de extinção na maior parte dos ecossistemas onde existem no Brasil por causa da destruição de seus habitats naturais e pela prática da caça.

Estes animais vivem em áreas de florestas e savanas, alimentando-se de grama, folhagens, brotos, frutas e vegetação aquática. O período de gestação de um filhote de anta dura 13 meses.

"O nariz da anta, curto, carnudo e em formato de tronco, ajuda o animal a farejar pela floresta, e funciona como um dedo sensível capaz de arrancar folhas e galhos", disse o porta-voz do zoológico.

"Além disso, é um ótimo tubo de respiração quando ela está tomando banho. As antas adoram a água e são excelente nadadoras."

    Leia tudo sobre: antaconservaçãozoológico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG