EUA investigam misteriosa morte de pássaros

Autópsia das aves revelou que elas estavam com o estômago vazio, o que descarta a hipótese de envenenamento

EFE |

Estados americanos abriram uma investigação para tentar esclarecer a misteriosa morte de milhares de aves em pleno voo nos últimos dias, algo que assombrou e desconcertou a população.

Por enquanto, tal como informa a imprensa dos Estados Unidos, as autoridades trabalham com várias teorias para explicar este estranho fenômeno, que começou no dia 1º de janeiro em Arkansas e se repetiu posteriormente em Maryland e Louisiana.

Entre as hipóteses, suspeita-se que o colapso das aves em pleno voo se deva ao impacto de um tornado, ao efeito de uma chuva de granizo ou ao estresse causado por fogos de artifício, mas nenhum delas até agora foi confirmada.

Uma das investigações foi aberta em Arkansas, onde aconteceu o primeiro dos incidentes, e também o maior deles, com a morte de até 5 mil pássaros que caíram do céu sobre Beebe (Arkansas) pouco antes da meia-noite do último dia de 2010.

A morte desses pássaros, que eram da espécie tordo-sargento, aconteceu uma semana depois de se registrar a morte de até 100 mil peixes no Rio Arkansas em uma área de aproximadamente 30 quilômetros, perto da cidade de Ozark.

A Comissão de Caça e Pesca do estado do Arkansas iniciou uma investigação sobre os dois incidentes, mas em princípio descarta que ambos estejam relacionados.

Também na Louisiana, as autoridades estão investigando a morte de cerca de 500 pássaros no trecho de uma estrada, supostamente também caídos do céu.

Uma primeira autópsia das aves mortas em Arkansas revelou que elas estavam com o estômago vazio, o que faz descartar um envenenamento em massa.

George Badley, veterinário de Arkansas, também afirmou recentemente que as aves já caíram mortas no chão, ou seja, não morreram por causa do impacto da queda.

    Leia tudo sobre: Arkansasmortepássaros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG