EUA alertam outros países sobre riscos do vazamento

Estado da Flórida aumenta o número de condados sob estado de emergência devido ao incidente

EFE |

Governo dos Estados Unidos informou oficialmente a México, Bahamas e Cuba sobre os riscos do vazamento de petróleo no Golfo do México, enquanto as autoridades do estado da Flórida aumentaram o número de condados sob estado de emergência devido ao incidente.

O porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Philip Crowley, explicou em entrevista coletiva desta sexta-feira que o país tem a "responsabilidade regional" de informar os Governos de países que poderiam ser afetados pelo incidente.

"Isso inclui Cuba. Informamos por escrito e verbalmente a Cuba sobre o derramamento e cumprimos nossa responsabilidade. Fizemos o mesmo com o México e hoje houve conversas com as Bahamas", assinalou Crowley.

Já o governo da Flórida fez chegar a 26 o número de condados sob estado de emergência por conta da penetração do petróleo nas correntes marítimas e da possibilidade de a mancha chegar à costa.

A ordem emitida pelo governador do estado, Charlie Crist, inclui outros sete condados: Charlotte, Lee e Collier, no litoral sudoeste; Miami-Dade, Broward, Palm Beach no litoral sudeste; e Monroe, no extremo sul do estado.

"Relatórios que recebemos indicam que o petróleo derramado entrou na corrente marinha principal do Golfo do México, criando uma potencial ameaça para os condados adicionais que limitam com o Golfo e a costa atlântica", disse o governador.

Em abril, Crist decretou pela primeira vez o estado de emergência em seis condados do litoral noroeste no Golfo do México, e depois ampliou a ordem a outros 13 condados do litoral centro-oeste. O derramamento aconteceu após uma explosão que matou 11 trabalhadores no último dia 20 de abril.

Dois dias depois, a plataforma petrolífera "Deepwater Horizon", operada pela empresa britânica British Petroleum (BP) no Golfo do México, afundou a 77 quilômetros do litoral do estado da Louisiana. A companhia petrolífera informou cinco mil barris escampam por dia.

    Leia tudo sobre: EUAvazamentoFlórida

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG