Ecologistas escalam prédio da BP em Londres

Os ativistas protestavam contra a empresa responsável pelo vazamento de óleo no Golfo do México

EFE |

AP
Os ecologistas colocaram uma bandeira manchada de óleo no prédio da empresa
Dois ecologistas do Greenpeace escalaram nesta quinta-feira o edifício da companhia petrolífera British Petroleum (BP) em Londres para protestar contra o vazamento de petróleo no Golfo do México, informou a organização defensora do meio ambiente.


Os ecologistas - que carregavam uma bandeira com manchas de petróleo, o logotipo da multinacional e a frase "contaminadores britânicos" - planejam ficar no edifício para receber os executivos da empresa, segundo o Greenpeace.

De acordo com a imprensa britânica, o executivo-chefe da BP, Tony Hayward, retornou na quarta-feira ao Reino Unido vindo dos Estados Unidos pela primeira vez desde que a plataforma "Deepwater Horizon", operada pela empresa, explodiu e afundou no Golfo do México, no último dia 20 de abril.

"O vazamento de petróleo no Golfo do México está ligado às decisões tomadas neste edifício. Sob a liderança de Tony Hayward, a BP se arriscou muito para tirar petróleo de lugares cada vez mais remotos", disse à imprensa Ben Stewart, de 36 anos, um dos ecologistas que escalou o prédio.

"O logotipo verde da BP é uma tentativa patética de desviar atenção do que realmente faz esta companhia, tanto no Golfo do México quanto em lugares como as areias do Canadá", acrescentou Stewart.

Onze pessoas morreram na explosão que destruiu a plataforma, propriedade da companhia Transocean, que explorava para a BP o poço afetado nas águas do Golfo do México, a 77 quilômetros do litoral do estado americano da Louisiana.

    Leia tudo sobre: vazamentopetróleogolfo do méxicoeua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG