Desmatamento detectado na Amazônia fica em 19,2 km2 no bimestre

Mato Grosso liderou os desmatamentos na Amazônia nos primeiros dois meses deste ano

AE |

selo

Mato Grosso liderou os desmatamentos na Amazônia nos primeiros dois meses deste ano. Dados do Sistema do Desmatamento em Tempo Real (Deter), baseados em imagens de satélites do Instituto Nacional de Pesquisas (Inpe), mostram que foram derrubados 19,2 quilômetros quadrados de florestas na Amazônia entre janeiro e fevereiro, dos quais 14,39 quilômetros quadrados (74,8%) estavam em propriedades localizadas em Mato Grosso. No Maranhão foram desmatados 4,3 quilômetros quadrados e no Pará, 0,52 quilômetro quadrado.

O desmatamento na Amazônia ficou 90,7% abaixo dos 208,3 quilômetros quadrados desmatados no primeiro bimestre do ano passado, quando foram derrubados 143,4 quilômetros quadrados de florestas em Mato Grosso, 26,9 quilômetros quadrados em Roraima; 17,2 quilômetros quadrados no Pará e 11,7 quilômetros quadrados no Maranhão; 7,4 quilômetros quadrados em Rondônia e 1,7 quilômetros quadrados em Tocantins.

No entanto, o Deter/Inpe alerta que a comparação entre dados de diferentes meses e anos não é recomendável, por causa da variação da cobertura de nuvens e da resolução dos satélites, que podem não representar uma avaliação fiel do desmatamento mensal da floresta amazônica.

    Leia tudo sobre: amazôniameio ambientedesmatamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG